top of page
新バナー取り出し.008.png

「けじめ - Kejime」(O ato de discernir)

Atualizado: 18 de nov. de 2021




Olá descendentes e não descendentes !


Neste blog será abordado sobre como os japoneses pensam sobre o “ato de discernir” as coisas dentro da sociedade. Este assunto trata-se de um ponto muito importante que ajudou a mim (brasileiro puro) e a amigos descendentes japoneses a entender e conquistar muitos pontos positivos, como confiabilidade e respeito dentro da sociedade japonesa.

Acredita-se que o ponto mais valorizado pelos japoneses em seu dia-a-dia dentro da sociedade seja o 「けじめ」(o ato de discernir).

Desde pequenos, os japoneses são disciplinados dentro de casa e na escola com expressões como:

「ちゃんとけじめをつけなさい。- Chanto kejime wo tsukenasai」

(Aprenda a discernir as coisas)

「けじめのある行動をしなさい。 - Kejime no aru koudou wo shinasai」

(Faça qualquer coisa discernindo-a bem!)

No entanto, qual seria o real significado de 「Kenjime」 ? Esta palavra pode ser vista em variadas situações. Por exemplo, uma das coisas que mais os estrangeiros se espantam no Japão são os displays das lojas de departamento nos finais de ano. Em cada local onde haviam árvores de Natal até então, após o dia 25 de dezembro, são substituídas por ornamentos de ano novo como o 「門松 - kadomatsu」 (Ornamento tradicional japonês composto de ramas de pinheiro e três bambus amarrados que são colocados nas portas dos santuários, lojas e residências na véspera de ano novo. Representa um “convite de boas vindas” ao deus das aberturas de ano).

Este ato também pode ser considerado como a sensibilidade dos japoneses em respeiro ao “ato de discernir as coisas” -「Kejime」.

「けじめ- Kejime」seria basicamente a forma de distinguir ou diferenciar claramente as coisas. Em especial, indica uma atitude apropriada ou uma determinada forma de como se agir diante as pessoas ao redor, ao tempo ou local.

「勉強するときには勉強する、遊ぶときには遊ぶ。けじめのある生活をしなさい-Benkyousurutokiniwa benkyousuru, asobu toki ni wa asobu. Kejime no aru seikatsu wo shinasai」

(Hora de estudar é hora de estudar; hora de brincar é hora de brincar. Saiba separar as coisas…)

「あの二人は仕事中もおしゃべりばかりしていて、公私のけじめがない。-Ano futari wa shigotochuu mo oshaberi bakari shite ite, koushi no kejime ga nai 」

(Aqueles dois conversam o tempo todo durante o trabalho… Não sabem distinguir o que é público de suas vidas privadas…)

Mesmo no caso em que os japoneses conversam com a mesma pessoa, mudam sua forma de fala e atitude conforme a situação onde se encontra, como por exemplo dentro do serviço e em uma situação de mais privacidade.

Por mais íntima que seja a relação entre amigos e mesmo namorados, quando estão dentro do serviço, utilizam um linguajar e uma forma de tratamento mais polida e igualada aos demais companheiros de serviço. Quando alguém tem um bom relacionamento com um amigo e troca palavras de forma íntima ou ainda, conversa sobre assuntos pessoais dentro do serviço, as pessoas ao redor acabam tendo uma má impressão e utilizam expressões como: 「なんてけじめのない人だ-Nante kejime no nai hito da」 (Esta pessoa não divide as coisas mesmo!).

Dentro do relacionamento social, é de extrema importância “discernir” as relações entre: “o eu” e quem está acima - “o chefe”, o “eu” e o “subordinado/novato”, quem está “dentro do grupo” e quem “está fora”, ou ainda, entre um “homem” e uma “mulher”; nas quais cada qual será necessário ter uma atitude diferenciada e um uso adequado das palavras.

Por exemplo, um amigo muito próximo que passa a ser um cliente, o que exigirá o uso de palavras e atitudes menos íntimas para atende-lo adequadamente; ou ainda este mesmo amigo que acaba se tornando chefe, o que também exigirá respeito e obediência dentro do serviço. Pode haver alguém que pense: “ mas amigo é amigo em qualquer momento...”, porém, dentro da cultura japonesa, para cada momento ou caso é necessário saber discernir as coisas aplicando o 「Kejime」no dia-a-dia.

Para os japoneses “poder discernir as coisas” não se trata de falsidade ou ainda prejudicar ou ferir a amizade e os laços íntimos, mas sim, respeitar e manter fortemente atado no decorrer da vida os laços de confiabilidade e estima por alguém dentro da sociedade.


Se gostou e sentiu que foi útil para seu conhecimento, compartilhe isto com amigos e conhecidos.

Lembre-se, pertencemos a Tribo Nikkey!!!

Nos encontramos no próximo blog.

Yoroshiku Onegai Shimas.

Um forte abraço a todos.

Luiz Martines


Treixos traduzidos do livro:『日本人の心が分かる日本語』 (Entendendo a mente dos japoneses através da língua japonesa), escrito por Rokurou Morita e publicado pela Editora Ask.

45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page